Encontro Nacional Ciência 2016

   Imagem 090       Poster digital apresentado pelo CEMRI no Encontro Ciência 2016.

Vai ter lugar entre 4 a 6 de Julho/2016, no Centro de Congressos de Lisboa (Praça das Indústrias, à Junqueira) o  Encontro Nacional Ciência 2016.

Na sequência do convite feito ao CEMRI e tendo em conta o número limitado de propostas por Unidades de Investigação, o CEMRI, Universidade Aberta, estará presente nas seguintes sessões paralelas (sessões técnicas de I&D),  designadamente:

Segunda-feira, 4 de julho, 11h30 (Sessões paralelas 1) Novas Migrações: Maria Beatriz Rocha-Trindade (CEMRI, Universidade Aberta); Glória Bastos (CEMRI, Universidade Aberta)

Segunda-feira, 4 de julho, 14h00 (Sessões paralelas 2) Inclusão Social: Lúcio Sousa & Paulo Manuel Costa (CEMRI, Universidade Aberta)

O CEMRI, Universidade Aberta, estará também presente através de posters digitais de estudantes/investigadores de Doutoramento.

O Encontro é aberto ao público e a todos os investigadores interessados, sendo uma oportunidade importante de participar numa reunião diversificada e numerosa de investigadores portugueses e de temáticas de investigação.

O registo para a participação no Encontro, o programa final e mais informação estão disponíveis em: www.ciencia2016.pt.


Mesa Redonda – Saúde, Interculturalidades, Migrações e Inclusão Social

Mesa Redonda “Saúde, Interculturalidades, Migrações e Inclusão Social”, no âmbito do Ciclo Diversidades e Interculturalidades em Debate e do Programa de Doutoramento em Relações Interculturais, dia 28 de junho, pelas 14h30, na Sala de Atos, da Universidade Aberta.

O evento contou com a participação dos/as Conferencistas, professor Lineu Norio Kohatsu, do Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, Brasil, da  professora Maria de Fátima Catão, da Universidade Federal da Paraíba, Departamento de Psicologia, João Pessoa, Brasil, de Cyntia de Paula, técnica do Gabinete de Orientação e Encaminhamento – GOE, Casa do Brasil, Lisboa e da investigadora Lyria Reis, do Grupo de Investigação Saúde, Cultura e Desenvolvimento, CEMRI/UAb.

Na Coordenação/Moderação participaram as professoras Natália Ramos, Coordenadora Científica do CEMRI/UAb e Ana Paula Beja Horta, Coordenadora do Doutoramento em Relações Interculturais.

O evento foi organizado pelo CEMRI/UAb e Doutoramento em Relações Interculturais/UAb.


Mesa Redonda – Saúde, Diversidades e Interculturalidades

Mesa Redonda “Saúde, Diversidades e Interculturalidades”, no âmbito do Ciclo Diversidades e Interculturalidades em Debate, dia 15 de junho, pelas 15h00, na Sala de Atos, da Universidade Aberta.

O evento contou com a participação das Conferencistas, professora Albertina Oliveira, da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade de Coimbra e da doutora Helena Borges Manuel, investigadora deste Centro e na Moderação da professora Natália Ramos, Coordenadora Científica do CEMRI/UAb.

O evento foi organizado pelo Grupo de Investigação Saúde, Cultura e Desenvolvimento do CEMRI/UAb.


Ciclo de eventos da Circulação de Saberes

Ciclo de eventos da Circulação de Saberes: dia 2 de junho, em Coimbra e dia 3 de junho, na Delegação da Universidade Aberta, no Porto, pelas 14h30.

Os eventos contaram com a participação da investigadora deste Centro, doutora Cristina Vieira;


MESA REDONDA – PATRIMÓNIO E INTERCULTURALIDADE

MESA REDONDA “PATRIMÓNIO E INTERCULTURALIDADE”, dia 12 de maio, na Sala de Atos da Universidade Aberta.

Esta iniciativa integrou o ciclo de eventos científicos promovidos pelo Programa de Doutoramento em Relações Interculturais da Universidade Aberta, em colaboração com o Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI) e em parceria com outras instituições universitárias e centros de investigação nacionais e internacionais, bem como com instituições oficiais e organizações da sociedade civil.

A programação destas iniciativas teve como principais objetivos: 1. a divulgação da produção científica de académicos e investigadores nacionais e internacionais no domínio das relações interculturais; 2. a criação de espaços de debate e de reflexão sobre temas e problemáticas emergentes nas múltiplas vertentes dos estudos interculturais; 3. a consolidação e o desenvolvimento de uma cultura académico-científica ativa em estreita colaboração com as instituições oficiais e com as organizações da sociedade civil.